Qual o melhor processador de notebook? Entenda a nova 10ª geração Intel Core i3, i5 e i7

Qual o melhor processador de notebook? Isso depende sempre de muitos fatores, mas a Intel empresa anunciou que já estão prontos seus Processadores Intel Ice Lake de 10ª geração para brigar forte!

Os processadores para laptop vão ter desempenho até 2,5x superior em relação às gerações anteriores e processo de litografia de incríveis 10 nm (dez nanômetros). Atualmente a litografia é de 14 nm, a evolução para 10 nm representa um salto enorme em termos de uso de energia e entrega de performance. Mas ambos irão existir.

Entenda a divisão

A primeira coisa que você precisa saber é que a décima geração será dividida em 2 linhas: de um lado os modelos de codinome “Ice Lake” (ou “lago de gelo” para os mais íntimos…), e do outro lado os modelos de codinome “Comet Lake”, que acabaram de ser anunciados e pegaram todo mundo de surpresa (assim como um cometa, ahn?).

Décima geração Intel Core Ice Lake

Agora, pra gente entender melhor como essa divisão entre duas linhas vai funcionar, vai ser mais ou menos assim: os Ice Lake vão estrear um novo processo de fabricação com litografia de 10 nanômetros (e nós já já vamos explicar as vantagens disso), enquanto os Comet Lake vão continuar utilizando a litografia de 14 nanômetros das gerações anteriores, tirando o máximo de performance da tecnologia que agora já está mais madura.

Focos diferenciados

Além de algumas especificações técnicas diferentes, as duas linhas também possuem propósitos e público-alvo bem distintos:

O foco dos Ice Lake será a inteligência artificial e o desempenho gráfico. Sobre a inteligência artificial ainda sabemos pouco, mas a promessa é que o processador ajude em tarefas de aprendizado e se adapte ao que você faz, garantindo uma experiência de uso mais rápida e fluida. Sobre os gráficos, os Ice Lake vão contar com o novo chip integrado Iris Plus, com desempenho bastante superior ao antigo UHD Graphics, prometendo rodar jogos atuais como Battlefield V em 1080p e com boas taxas de quadros, além de permitir transmissão e edição de vídeos em 4K sem gargalos.

Notebooks Intel e AMD juntas em 2018 Processador e Gráficos RadeonGuerra ficou mais acirrada entre as maiores fabricantes de processadores.

Já o foco dos Comet Lake será a performance, ou seja, alto desempenho para realização de atividades profissionais, ou para o que a Intel chama de “computação intensiva”, tanto é que os processadores dessa linha serão mais voltados ao mercado corporativo. Na questão dos gráficos, a linha Comet Lake continuará utilizando o antigo chip integrado UHD Graphics, então, no quesito games, até serve pra jogar um LOLzinho, mas… só pra isso mesmo!

Ice Lake Comet Lake
10 nanômetros 14 nanômetros
Foco em inteligência artificial e desempenho gráfico Foco em performance, computação intensiva, mercado corporativo
Chip integrado Iris Plus Chip integrado UHD Graphics

Processadores Intel Ice Lake de 10ª geração

Inicialmente a Intel não revelou quais modelos serão lançados, indicando apenas que seriam modelos entre i3 e i7, como de costume.

Entretanto, foi revelado que esses processadores da categoria U e Y chegariam até 4,1 GHz, um pouco abaixo das taxas alcançadas pela 9ª geração.

Apesar disso, não podemos falar de uma “perda” de desempenho porque estamos tratando de uma nova arquitetura com litografia menor de 10 nm.

Há um aumento nas memórias cache de todos os processadores e dos IPC, que são as instruções por clock, indicando performance de 15 a 18% superior, pra dar aquela provocada na AMD.

Então a resposta de Qual o melhor processador de notebook vai depender de muitas escolhas.

Novos modelos Intel Core décima geração


Litografia ou nanômetro?

A linha Ice Lake vai ter processo de fabricação com nova litografia de 10 nanômetros, enquanto os Comet Lake vão aproveitar o processo de fabricação antigo de 14 nanômetros… E você, neste momento, deve estar se perguntando: que diabos é litografia ou nanômetro?

Explicando de uma maneira muuuito resumida: quanto menos nanômetros, melhor! Entendeu? Calma… É claro que vou explicar melhor…

Todo mundo sabe que a nanotecnologia é um termo muito comum na indústria de hardware e tecnologia. Em resumo, nanotecnologia é o esforço dos fabricantes para colocar o maior número de coisas no menor espaço possível!

Intel SSD Optane Memory H10

É isso que possibilitou um computador gigante, que só servia para fazer alguns cálculos matemáticos, a se tornar isso aqui.

No caso de um processador, a nanotecnologia possibilita que sejam colocados muito mais transístores em um menor espaço, obtendo assim maior performance, sem aumentar o consumo de energia ou o aquecimento do componente. Eficiência é a palavra!

Então, a litografia é o processo de fabricação de um processador e o nanômetro é a unidade de medida utilizada nesse processo.

Iris Plus Graphics

Os clássicos gráficos integrados UHD Graphics serão substituídos pelo Intel Iris Plus Graphics, que antigamente era utilizado apenas em processadores de uso profissional.

Para se ter uma ideia das possibilidades de performance desse novo chip de gráficos integrados, jogos como CS:GO rodam a 70 FPS e o Rocket League chega a 60 FPS em 1080p.

Performance Intel Core 10 geração

Em termos técnicos, temos frequências que vão até 1.1 GHz e mais 2.25 Teraflops (TFLOPS). Dessa maneira, podemos usar monitores de 5K a 60 FPS e 4K a 120 FPS por meio das saídas DisplayPort 1.4 e BT.2020.

Para quem trabalha com edição de vídeo, o Iris Plus promete codificar vídeos em programas como Adobe Premiere e Cyberlynk PowerDirector em 4K a 60 FPS e 8K a 30 FPS em tempo real.

Performance e Overclock

E para aproveitar ao máximo a potência dos Processadores Intel Ice Lake, a empresa anunciou um software dedicado ao overclock: é o Intel Performance Maximizer.

Esse software é direcionado ao público leigo ou que tem pouca segurança na hora de tentar extrair um pouco mais de performance por meio de overclocks.

Basicamente, você irá rodar o software e ele fará um teste de stress em todos os núcleos para verificar qual é o valor ideal para que você obtenha melhor performance e não tenha danos ao seu processador.

Chip Processador Intel Ice Lake

Lembrando que esse teste, apesar de facilitar e automatizar todo o processo, pode durar em média até duas horas. A vantagem disso é que você não precisa ficar parando pra testar clocks e voltagens diferentes, muitas vezes se arriscando a danificar o componente.

Apesar de toda essa segurança, o risco ainda fica por conta do usuário, que concorda com um termo de responsabilidade ao instalar o software. Ou seja, você pode perder a garantia caso algo dê errado!

Linha V-Pro de 10ª geração

A linha de processadores dedicada aos consumidores profissionais e executivos V-Pro, já disponível para notebooks, agora chega também para desktops.

Não foi revelado maiores detalhes de quais modelos estarão disponíveis, mas sabemos que essa linha é caracterizada por atingir performance estáveis, maior largura de banda para Wi-Fi e baixas taxas de consumo de energia.

Novas linhas Xeon

Os clássicos processadores da série Xeon vão ganhar uma nova linha chamada Workstation.

Basicamente, quem trabalha com programação pesada, edição e renderização 3D, mineração de dados ou mesmo precisa de um servidor parrudo, vai poder contar com um processadores Xeon mais preparado para isso.

Novidades da linha Ice Lake

Uma das grandes novidades que a linha Ice Lake vai trazer para os notebooks é a possibilidade de haver até 4 entradas Thunderbolt.

Basicamente, isso permitirá que você ligue telas que trabalham em até 5K e também conectar HUBs com inúmeras USBs e até outra placa de rede.

Especificações processadores Intel Ice Lake

Você pode levar consigo um único HUB que suporta toda essa variedade de portas, ligá-lo na saída Thunderbolt e “vualá”, problema resolvido: agora você pode conectar diversos monitores e projetores HDMI, Display Port ou até mesmo USB-C.

O Thunderbolt 3 oferece uma transferência de dados de até 40 GB/s, uma solução muito mais rápida para quem trabalha com armazenamento de conteúdo e depende do uso de HDs externos.

Você pode transferir, por exemplo, 100 GB de sua biblioteca com jogos, vídeos ou fotos em apenas 6 segundos para um HD externo, o que é um resultado incrível.

Confira abaixo uma breve lista dos modelos já anunciados da família Ice Lake para portáteis:

Processador Arquitetura Núcleos/
Threads
Velocidade
base
Turbo Cache Núcleos
gráficos
TDP consumo
Core i7 1068G7 Ice Lake 4/8 2,3 GHz 4,1 GHz 8 MB 64 28 Watts Série U
Core i7 1065G7 Ice Lake 4/8 1,3 GHz 3,9 GHz 8 MB 64 15 a 25 Watts Série U
Core i5 1035G7 Ice Lake 4/8 1,2 GHz 3,7 GHz 6 MB 64 15 a 25 Watts Série U
Core i5 1035G4 Ice Lake 4/8 1,1 GHz 3,7 GHz 6 MB 48 15 a 25 Watts Série U
Core i5 1035G1 Ice Lake 4/8 1,0 GHz 3,6 GHz 6 MB 32 15 a 25 Watts Série U
Core i3 1005G1 Ice Lake 2/4 1,2 GHz 3,4 GHz 4 MB 32 15 a 25 Watts Série U
Core i7 1060G7 Ice Lake 2/4 1,0 GHz 3,8 GHz 8 MB 64 9 a 12 Watts Série Y
Core i5 1030G7 Ice Lake 2/4 800 MHz 3,5 GHz 6 MB 64 9 a 12 Watts Série Y
Core i5 1030G4 Ice Lake 2/4 700 MHz 3,5 GHz 6 MB 48 9 a 12 Watts Série Y
Core i3 1000G4 Ice Lake 2/4 1,1 GHz 3,2 GHz 4 MB 48 9 a 12 Watts Série Y
Core i3 1000G1 Ice Lake 2/4 1,1 GHz 3,2 GHz 4 MB 32 9 a 12 Watts Série Y

Agora os novos Comet Lake pra Notebooks

Linha tradicional de 14nm

Core i7 10710U Comet Lake 6/12 1,1 GHz 4,7 GHz 12 MB 24 15 a 25 Watts Série U
Core i7 10510U Comet Lake 4/8 1,8 GHz 4,9 GHz 8 MB 24 15 a 25 Watts Série U
Core i5 10210U Comet Lake 4/8 1,6 GHz 4,2 GHz 6 MB 24 15 a 25 Watts Série U
Core i3 10110U Comet Lake 2/4 2,1 GHz 4,1 GHz 4 MB 23 15 a 25 Watts Série U
Core i7 10510Y Comet Lake 4/8 1,2 GHz 4,5 GHz 8 MB 24 4,5 a 9 Watts Série Y
Core i5 10310Y Comet Lake 4/8 1,1 GHz 4,1 GHz 6 MB 24 4,5 a 9 Watts Série Y
Core i5 10210Y Comet Lake 4/8 1,0 GHz 4,0 GHz 6 MB 24 4,5 a 9 Watts Série Y
Core i3 10110Y Comet Lake 2/4 1,0 GHz 4,0 GHz 4 MB 24 4,5 a 9 Watts Série Y

Mais informações e detalhes sobre os modelos você pode encontrar acessando a Intel.

Inteligência artificial

Outro foco importante dado pela Intel na geração Ice Lake é a inteligência artificial. Ainda não sabemos quais são as potencialidades dessa tecnologia e como ela funciona exatamente, mas a Intel já revelou que isso trará um desempenho superior a geração passada em até 2,5 vezes.

Novidades na linha Intel Core Ice Lake

Isso significa que você terá a possibilidade de trabalhar com múltiplas tarefas com  muito mais velocidade e estabilidade.

Em breve poderemos analisar na prática todas as vantagens oferecidas por essa nova inteligência artificial.

Projeto Athena

Além de tudo isso, a Intel revelou novos detalhes do Projeto Athena, do qual nós já falamos aqui no blog.

A Intel não tem medido esforços para melhorar a autonomia, tamanho, consumo de energia e desempenho dos notebooks. O Projeto Athena é basicamente o laboratório onde se busca o melhor resultado nestes quesitos, tudo isso em conjunto com as fabricantes.

Notebooks do Projeto Athena da Intel prometem baterias a partir de 9h

O interesse dos engenheiros é desenvolver modelos “standard” que sejam leves, pequenos, com grande duração de bateria e ótimo desempenho, passíveis de serem usados e carregados em qualquer ambiente.

Datas de lançamento

A chegada desses notebooks com os processadores de 10ª geração Ice Lake está programada para o final do ano de 2019, prometendo uma duração de bateria de até 9 horas com desempenho máximo.

Aqui no Brasil devemos aguardar novidades entre outubro, novembro ou dezembro.


Notebooks recomendados pela nossa equipe

Veja mais sugestões de compra de notebooks nas listas organizadas aqui:

Comprar Notebook mês Outubro 2017⬆Lista dos recomendados do mês

O Editor

Especialista em informática e responsável pelas publicações do site relacionadas as notícias, novidades e dicas sobre o mundo dos notebooks e portáteis.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Ney Pedra disse:

    Aqui no Brasil pesa o valor final. Juntamos impostos a empresários vorazes e pouca grana do consumidor. Muito lançamento e pouco resultado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *