Superaquecimento em notebook Gamer e como evitar

Superaquecimento em notebook gamer e como evitar

Hoje trazemos mais um post dica, e dessa vez para quem já possui um notebook gamer! O assunto da vez é o Superaquecimento em notebook e como evitar esse “problema” tão comum.

Essa condição é muito recorrente nos modelos Gamers, justamente por trabalharem mais intensamente e possuírem componentes mais potentes que geram mais calor

Afinal, qual seria a temperatura ideal para um Notebook, e como tentar evitar que ela ultrapasse esse limite?

Qual a temperatura ideal em Notebook para jogos?

Sabemos que, variando de modelo para modelo, existem muitos notebooks que esquentam mais que outros. Os motivos vão de sistema de refrigeração, hardware, design, entre outras coisas.

Mas o foco acaba sempre ficando em 2 componentes que mais esquentam: Processador e placa de vídeo.

Estes são fonte de calor imensamente grande, pois executam várias tarefas do sistema e estão trabalhando praticamente o tempo todo.

Notebook Samsung Gamer Odyssey

Isso faz com que o Notebook precise de um bom sistema de dissipação, para que o calor não se acumule e superaqueça os componentes.

A resposta é: cada modelo aceita um limite!

Em geral cada componente tem sua especificação técnica e nível aceitável.

Nos chips a informação está disponível no site oficial como exemplo da lista de processadores INTEL, abrindo cada um deles você tem o que cada um suporta.

Junction

Na intel é neste campo T-Junction que você encontra o limite máximo, então o bom mesmo é sempre ficar um bom nível abaixo disso.

Ou seja, em alto desempenho você vai ver sim processadores na casa dos 90ºC, mas sempre é bom tentar formas de reduzir ao máximo isso.

Pra se ter uma ideia, superaquecimento em notebook pode ser causado por alguns processadores e GPUs que chegam a até 100ºC. Isso é calor pra caramba!

Core i9 temperaturaExemplo de temperatura do Core i9 8950HK para Notebooks

No mundo ideal seria melhor menos! Algo “normal-recomendado” para um notebook convencional seria entre 30-45ºC durante o uso padrão. Porém não é todo mundo que usa um equipamento em níveis mínimos.

Quanto mais se exige dos componentes, mais eles esquentam e é aí que entra o sistema de refrigeração.

É aquele barulho que escutamos às vezes nos Notebooks e PCs, e ele pode ficar mais alto ou mais baixo dependendo da velocidade do Cooler. É claro que esse processo ocorre de forma automática, e segue a programação do próprio notebook.

Dito isto, mesmo que um portátil esteja com uma temperatura mais alta durante uso intenso, isso estará dentro do esperado, desde que ele seja projetado para aguentar tal temperatura.


A diferença entre os Modelos Gamers vs Tradicionais

Podemos dizer que geralmente os modelos Gamers são maiores e mais pesados que os notebooks convencionais.

Isso é por conta do sistema de refrigeração robusto que eles necessitam. Estes modelos contam com Coolers maiores, e com um sistema mais pensado no geral.

notebook Lenovo Gamer Legion Y530 sistema refrigeração

Estes modelos não possuem o superaquecimento durante uso intenso, e também possuem uma temperatura um pouco mais baixa durante o uso normal, o que garante a eficiência e diminui o risco de thermal throttling ou até mesmo a queima do processador ou placa de vídeo.

Nos notebooks tradicionais

Em modelo mais comuns, o que acontece é que o sistema de refrigeração não é pensado para uso extremo.

Saida de ar ideapad 330s

Portanto, quando se tenta fazer uma atividade mais intensa, como jogar um jogo pesado, a temperatura pode ser maior e causar danos. Nestes casos algumas marcas ativam o thermal throttling que é uma proteção de software para “capar” a velocidade máxima caso a temperatura suba em níveis arriscados.


Afinal, como garantir a temperatura?

O que recomendamos é instalar programas de monitoramento, como o HWMonitor, e conferir se as temperaturas dos seus componentes se mantém normais durante o uso intenso do notebook.

Você pode usar o exemplo como fizemos com o processador Core i9 logo acima, e procurar pelo limite térmico dos seus componentes no site da fabricante.

HWMonitor temperaturas

Trocar pasta térmica

Para tentar consertar o problema de superaquecimento em notebook, a primeira coisa que indicaríamos é trocar a pasta térmica. Dependendo do tempo que você vem usando seu notebook, a pasta térmica vai piorando e não conduz o calor muito bem, o que pode resultar no aquecimento do processador.

Pasta termica

Além disso, já vimos alguns casos de modelos que vieram de fábrica com pasta térmica mal aplicada, o que também pode causar esses problemas! Se você comprou seu notebook recentemente e ele superaquece, este é um detalhe a se levar em conta.

Muitas vezes também, as pastas térmicas de fábrica são de uma qualidade baixa, o que pode prejudicar o resfriamento do notebook. Claro que há excessões, mas a maioria do que vimos se encaixam neste caso.

Reforço com mesas cooler e exaustores

As bases e mesas cooler podem ajudar a dar uma resfriada extra no seu portátil. Mas lembre que é apenas uma ajuda, nada garantido. As mais simples abaixo dos 100 reais são bem fracas e quase não fazem diferença na temperatura dos modelos.

Base cooler notebooks

Também existem os exaustores laterais que podem ajudar.

Melhorando o ambiente

Se você vive em uma região com o clima quente, isso pode estar influenciando e MUITO nas temperaturas do seu portátil. Se for o caso, é recomendado que você utilize o notebook em um ambiente climatizado com um ar-condicionado se possível, ou pelo menos com um ventilador ajudando no resfriamento.

Redução do uso da CPU

Há uma opção no próprio Windows que permite reduzir o uso máximo da CPU, e você pode encontrá-la nas Opções de Energia do seu modelo! Isso irá reduzir o desempenho do seu notebook, porém para casos extremos de superaquecimento pode ajudar.

Redução do desempenho máximo do processador

Underclock, Undervolt e desativação do Turbo Boost

Não vamos entrar muito no mérito dos tais Underclocks e Undervolts aqui, mas estamos mencionando para que você saiba da existência deles. São métodos que modificam a configuração dos processadores por meio de programas externos, como por exemplo o ThrottleStop e o MSI Afterburner.

Também existe a opção de desativar o Turbo Boost, fazendo com que o notebook fique somente frequência base mais fraca, para evitar o aquecimento.

Isso também fará com que o processador sofra uma perda de desempenho, porém como já dissemos, em casos extremos de superaquecimento em notebook é uma opção a se considerar.


Conclusão

Concluindo nosso post sobre superaquecimento em notebook, se você possui um notebook de categoria padrão ou ultrafino, é sim comum ele esquentar bastante ao ser levado a um uso mais extremo.

Infelizmente, o design desses modelos não permite uma dissipação de calor tão boa quanto nos modelos gamers ou desktops.

visão por dentro do Notebook Dell Gaming G7 7588 refrigeraçãolista de notebooks para comprar aqui botao

Se você realmente quiser jogar sem se preocupar com superaquecimento, as máquinas mais robustas GAMERS são o que há de melhor!

Placas de vídeo e processadores potentes geram muito calor, mas isso não representa perigo se estiver dentro dos níveis considerados normais para o seu modelo. E também, o sistema de refrigeração logo entra em ação caso os componentes ultrapassem uma temperatura perigosa, em especial nos modelos de alta performance preparados para isso.

O jeito para evitar o problema de aquecimento mesmo seria seguir algumas dicas que citamos, coisas simples como realizar limpezas internas no equipamento regularmente, não obstruir a saída de ar e também se for algo extremo, investir em uma mesa cooler mais robusta.


Veja dicas para comprar um notebook

Temos uma lista com modelos mais básicos separados por listas e categorias, veja no botão:

lista do mes de notebooks recomendados para compraVisite para ver todos os indicados do período

O Editor

Especialista em informática e responsável pelas publicações do site relacionadas as notícias, novidades e dicas sobre o mundo dos notebooks e portáteis.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *