Tipos de porta USB em notebooks, quais opções e como escolher?

Diferentes formatos de USB USB tipo A USB-C USB tipo C

Quando você esta pesquisando novos notebooks, ao ler a descrição é comum se deparar com diferentes tipos de USB: conexões USB-A e USB-C, versões 2.0, 3.0, 3.1, 3.2 e por aí vai… Tudo isso costumar dar um nó na cabeça, não é verdade?

Essas siglas e números podem parecer confusos, mas fique tranquilo, vamos explicar tudo o que você precisa saber neste artigo!


📰 Resumo deste artigo 💻

  • USB é a abreviação de Universal Serial Bus (porta serial universal)
  • Existem diferentes formatos de conexões ou portas: USB tipo A, B ou C, Micro USB e Mini USB
    • Muda o formato físico dos conectores “macho” e das entradas “fêmea”
  • É importante entender as unidades de medida de tamanho (ou volume)
    • 8 megabits (Mbit) equivalem à 1 megabyte (MB)
    • Estas medidas fazem parte do Sistema Internacional de Unidades (SI)
    • Estas medidas são conhecidas também como sistema binário
  • A USB foi evoluindo com o passar dos anos, já foram lançadas as versões USB 1.0, 2.0, 3.0, 3.1 e 3.2
    • A mudança mais importante é a velocidade de transferência de dados
    • Uma mesma versão de USB pode ser encontrada em diferentes formatos de conectores
  • A velocidade de transferência é medida em Mbit/s (megabits por segundo) ou MB/s (megabytes por segundo)
  • Existem ainda os recursos DisplayPort e Thunderbolt que possuem saída de vídeo
    • O Thunderbolt permite conectar diversos acessórios ao mesmo tempo utilizando HUBs (adaptadores/extensores)

O que é uma USB?

USB é a abreviação de Universal Serial Bus, que em português significa “porta serial universal”. Este padrão foi criado em 1996 com a ideia de se tornar uma conexão única, que funcionasse para todos os acessórios do computador, mas somente depois de anos foi popularizado.

Apesar do desejo de se criar uma conexão única e universal, existem diferentes formatos e diferentes versões que explicaremos no decorrer deste artigo.

De qualquer forma, atualmente a USB cumpre sua função sendo o tipo de conexão mais utilizado no mundo!

USB Universal Serial Bus porta serial universal logotipo simbolo


Formatos de conexões ou portas USB

Existem atualmente 3 tipos de portas USB: tipo A, B e C. Existem ainda os padrões Micro USB e Mini USB, que são normalmente utilizados para conectar em celulares e câmeras ou até mesmo caixinhas de som e outros acessórios de notebook.

Nem falaremos muito sobre o tipo B neste artigo, pois quase ninguém usa!

Diferentes formatos de USB tipo A B C mini micro USB

Conectores “macho” do padrão USB. As portas (ou entradas) são chamadas de “fêmea”, assim como estamos acostumados com tomadas elétricas.

  • Os conectores USB-A são os mais conhecidos, retangulares e achatados;
  • Os conectores USB-B são mais quadrados, normalmente acompanham impressoras e scanners;
  • Os conectores USB-C são os mais atuais, que possuem a ponta arredondada;
  • Os conectores Mini USB eram muito utilizados em celulares ou acessórios, mas são raros atualmente;
  • Os conectores Micro USB vêm sendo substituídos pelo padrão USB-C em celulares e acessórios.

O que são megabits e megabytes?

Antes de explicar melhor as diferentes versões de USB, precisamos entender as principais unidades de medida utilizadas na indústria da informática.

Em computação são utilizadas medidas como megabit (Mbit) e megabyte (MB) para representar o tamanho (ou volume) dos dados armazenados em um dispositivo eletrônico.

Estas medidas fazem parte do Sistema Internacional de Unidades (SI) e também são conhecidas como sistema binário.

Sistema binario megabit megabyte exemplos

🔢 Tabela de conversão de megabits para megabytes 💾

A unidade MB (megabyte) costuma ser a mais utilizada no mercado da informática.

Megabit (Mbit) Megabyte (MB)
8 Mbit 1 MB
128 Mbit 16 MB
256 Mbit 32 MB
512 Mbit 64 MB
1024 Mbit 128 MB
2048 Mbit 256 MB
4096 Mbit 512 MB
8192 Mbit 1024 MB (1 GB)

Agora que você já sabe como funcionam as unidades de medida utilizadas na informática, podemos continuar a explicação sobre as diferentes versões de USB.


A evolução das versões USB: 1.0, 2.0, 3.0, 3.1…

As versões USB 1.0 e 2.0 normalmente tinham sempre o formato tipo A, aquele quadradinho que conhecemos há muitos anos, e que normalmente sempre tentamos conectar do lado errado na primeira tentativa. 😬

As coisas começaram a se complicar a partir da versão USB 3.0, quando o formato USB-C começou a se popularizar, com conector de cantos arredondados que pode ser encaixado de qualquer lado. 🙃

O que mais causa confusão é que diferentes versões de USB podem utilizar os dois formatos: tipo A ou tipo C.

Confira nosso vídeo sobre tipos de USB

O vídeo é um pouco antigo, mas ainda está com conteúdo bem relevante e correto…


Velocidade de transferência dos tipos de USB ⚡

A velocidade de transferência de dados é a principal unidade de medida que deve ser considerada para representar cada um dos tipos de USB já lançados no mercado.

Esta velocidade é representada pelas siglas Mbit/s (megabits por segundo) ou MB/s (megabytes por segundo).

USB velocidade de transferencia de dados Windows megabytes por segundo

A velocidade de transferência de dados influencia no tempo que é gasto em tarefas como copiar arquivos para um pen drive, por exemplo.

A velocidade de 10.000 Mbit/s da USB 3.1 é cerca de 20x mais rápida que os 480 Mbit/s da USB 2.0.

A cada 1.000 Mbit (mil megabits) acontece a conversão para 1 Gbit (um gigabit). Então os 10.000 Mbit/s da USB 3.1 também são chamados de 10 Gbit/s.

Confira na tabela abaixo quais as velocidades máximas de cada versão USB:

Portas USB diferentes versoes evolucao velocidade ao longo dos anos

As diferentes versões da tecnologia USB são retrocompatíveis, ou seja, você pode tranquilamente conectar um dispositivo 2.0 em uma porta USB 3.1 e vice-versa. No entanto, a velocidade de transferência de dados sempre será a mais baixa.

Um pen drive 3.1 conectado em uma porta USB 2.0 não terá boa performance na transferência de dados. O mesmo ocorre com um pen drive 2.0 conectado em uma entrada USB 3.1.

Diferentes cores para versões de USB tipo A

Uma forma fácil de identificar qual a velocidade da porta USB-A que acompanha seu notebook é vendo a cor da entrada, se ela for preta é 2.0, se for azul é 3.0 ou superior.

USB tipo A com conector porta azul maior velocidade

Existem casos onde nas fotos da loja não é possível visualizar a cor das portas USB, dificultando a identificação.

Velocidades teóricas da tecnologia USB

A versão USB 2.0, lançada no ano 2000, atingia velocidades de até 480 Mbit/s (ou 60 MB/s), o que é suficiente para, teoricamente, transferir cerca de 60 imagens em alta resolução a cada segundo.

Dizemos que a velocidade de transferência de dados é sempre teórica pois, no uso do dia a dia, essa velocidade costuma ser bastante menor, em virtude principalmente de limitações físicas de hardware.

Muitos notebooks atuais ainda vêm com USB 2.0 pelo fato de ser uma tecnologia mais barata.

DisplayPort e Thunderbolt

Achou que já estava complicado? Ainda tem mais… O conector do tipo USB-C pode ter ainda alguns recursos adicionais chamados de DisplayPort ou Thunderbolt. Estes recursos são utilizados principalmente para transferir dados de vídeo, ou seja, conectar mais monitores ao seu notebook, sem precisar utilizar a clássica porta HDMI.

Fique de olho nos símbolos que aparecem do lado das portas USB-C do seu notebook.

Recursos USB saida de video Thunderbolt DisplayPort

Os símbolos “DP” ou “raio” representam DisplayPort e Thunderbolt nas entradas USB-C

Infelizmente, às vezes as fabricantes não informam com clareza qual a compatibilidade correta. Caso os nomes DisplayPort ou Thunderbolt não sejam citados na descrição do notebook é provável que a USB-C não tenha saída de vídeo.

Uma USB-C que não possui DisplayPort ou Thunderbolt funcionará apenas transferindo dados ou energia para carregar outros componentes (ou para carregar o próprio notebook em alguns casos).

Diferentes versões de Thunderbolt

O Thunderbolt é uma tecnologia criada pela Intel e já está indo para sua versão de número 4. É bastante caro licenciar esta tecnologia para utilização em notebooks, por isso encontramos o recurso da USB-C com Thunderbolt apenas em notebooks mais caros da categoria premium.

Porta Thunderbolt 3

Em uma única porta Thunderbolt é possível conectar diversos aparelhos ao mesmo tempo, através da utilização de adaptadores (ou extensores) chamados de HUBs ou dongles.

USB-C com HUB dongle extensor adaptador HDMI cartoes de memoria

COMPRAR HUB USB-C

Dependendo do modelo de adaptador (HUB) é possível conectar até dois monitores com resolução 4K através de uma única porta USB-C, além de diversos outros periféricos.


Ainda ficou confuso sobre USBs?

No início deste artigo já explicamos de forma resumida tudo que você precisa saber sobre as diferentes versões de USB. Mas, de forma ainda mais resumida, os itens principais que você deve prestar atenção são os seguintes

  • Formatos de conexão USB disponíveis no notebook. Alguns aparelhos vêm apenas com USB-A (retangular) e outros apenas com USB-C (cantos arredondados).
  • Versões da tecnologia USB, que serão mais lentas se forem do tipo 2.0 com porta preta. A porta azul indica versões mais rápidas e atuais.

Diferentes formatos de USB USB tipo A USB-C USB tipo C

Existem notebooks que vêm com ambos os formatos, mas caso tenha apenas um você pode precisar de adaptadores.

Para saber a velocidade de transferência de dados das portas USB de seu notebook, confira o número da versão. A versão 2.0 entrega menos velocidade, enquanto as versões 3.0 pra cima são as mais indicadas para quem não quer ficar esperando muito tempo para transferir arquivos.

Já foi anunciado o lançamento da versão USB 4.0 (ou apenas USB4), com configurações semelhantes ao recurso Thunderbolt, mantendo sempre o conector no formato USB-C e com a promessa de padronizar todas as conexões. Porém, ainda não existem aparelhos acompanhando esse novo padrão.

Por fim, os notebooks que oferecem USB-C com os recursos DisplayPort ou Thunderbolt podem ser utilizados para conectar monitores externos e diversos outros acessórios ao mesmo tempo através de adaptadores chamados de HUBs ou dongles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Resultados

  1. Felipe disse:

    1024 Mb são 1 GB, não 1 TB, na tabela de vcs

  2. Alessandra disse:

    Adorei as informações bem concatenadas! Parabéns!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *