Notebook com processador Intel de final U é ruim?

O processador é um item muito importante a se atentar na hora de comprar um notebook, pois devemos escolher algo que vá atender a nossos requisitos e propósito de uso do equipamento.

Com tantas opções de processadores, que se subdividem em gerações, séries, quantidade de núcleos e o principal muitas vezes, o preço, várias pessoas ficam com dúvidas se estão fazendo uma boa escolha ou não.

Nesse post vamos te ajudar a conhecer melhor os processadores para facilitar sua vida na hora de decidir qual notebook comprar, pois provavelmente você já ouviu aquela conversa de que processadores Intel de série U são fracos, vão “durar pouco”, que se deve investir nos Intel de série H, HQ ou até HK, então chega de dúvidas e confusão e siga a leitura para não ter erros na hora da sua decisão!

Conhecendo o processador

Se você não conhece muito sobre processadores, vamos explicar de maneira breve o que os compõem para ficar mais fácil entender as diferenças entre eles.

Clock ou frequência

O clock se refere a velocidade com que o processador consegue executar tarefas, então quanto maior o clock mais rápido serão os resultados.

O clock dos processadores é medido por GHz (gigahertz), nos modelos atualmente encontrados no mercado a frequência pode variar de 1.10 GHz para processadores simples, chegando até 4.90 GHz em processadores de alto desempenho!

Esse dado é a forma mais direta de se ter uma ideia do desempenho do processador. Mas não é a única informação que deve ser levada em conta na hora da decisão e sim o conjunto de todas as partes do processador.

Núcleos

Os núcleos são uma parte física, responsável pela leitura e processamento das ações geradas pelo sistema. Pode se dizer que os núcleos são basicamente o próprio processador, ou seja se você adquiriu um processador com 4 núcleos é como se tivesse quatro processadores em um.

Hoje em dia existem processadores com mais de 10 núcleos!

Existem os Dual Core, Quad Core, Hexa Core, Octa Core e Deca Core, que possuem 2, 4, 6, 8 e 10 núcleos físicos, respectivamente.

 

Intel CES 2020 Processadores Comet Lake Série H

Threads

Os threads são núcleos virtuais, que ajudam no processamento e execução de tarefas, trabalhando junto com os núcleos físicos.

Cache

É uma memória de acesso rápido presente nos processadores, possui alta velocidade e armazena apenas dados que são usados frequentemente por ele, dessa forma quando um comando é executado no computador o processador busca as informações em sua própria memória, reduzindo o tempo de resposta pois não precisa ir até a memória RAM para consultar esses dados.

Como escolher o processador para notebook

Vídeo integrado

A maioria dos processadores de notebook possui vídeo integrado, então dentro do processador existe uma GPU (em Português, Unidade de Processamento Gráfico), que por mais que sejam mais simples que as placas de vídeo dedicadas, ajudam bastante em notebooks, pois consomem menos bateria e acabam reduzindo o custo dos equipamentos.

Existem processadores da 8ª e 9ª geração que conseguem dar conta de projetos 3D mais leves, edições de vídeos e até executar alguns jogos casuais apenas com a GPU integrada.

Vale salientar que mesmo um notebook com placa de vídeo dedicada (que é um chip separado) também tem a integrada, pois ela fica dentro do processador. E o computador alterna de forma automática entre qual deve entrar em ação em qual momento. Em uso leve geralmente quem funciona é somente a integrada, por questões de economia de energia e aquecimento.


Série U

A letra U que está presente no nome de alguns processadores é uma abreviação de ULV, que significa Ultra Low Voltage, ou seja, são processadores feitos para esquentar menos e serem mais econômicos em energia, uma boa solução para notebooks com menor espaço para refrigeração.

Eles vão ter desempenho um pouco abaixo dos de série H, mas para uso no dia a dia em trabalhos não muito exigentes de hardware vão ser o suficiente, principalmente os de 8ª geração e acima

Essa série equipa a maioria dos notebooks tradicionais, pois além de entregar menores temperaturas e maior autonomia de bateria, possuem um valor menor se comparado com os H, além disso os modelos mais atuais dão conta de trabalhos mais complexos e até de alguns games, principalmente por virem equipados com uma boa placa de vídeo integrada.

Séries H

Os processadores com final H, HQ e HK são voltados a performance, mas consomem mais bateria e quando em uso intenso apresentam maiores temperaturas.

Estes estão presentes em notebooks de alto desempenho, principalmente na categoria gamer e profissional.

A série HQ era utilizada nas gerações passadas, sendo substituída por apenas H a partir da 8ª geração, já os HK são liberados para overclock.

Geralmente presente nos modelos gamers e profissionais

Além de games, a série H também é indicada para trabalhos que necessitam um hardware mais forte, como modelagem 3D por exemplo, além de que os notebooks equipados com esses processadores costumam vir com placas de vídeo dedicadas, entregando uma performance maior de vídeo e melhor resultado nas usos citados acima.

Melhor Notebook Gamer 2020 custo benefício TOP 5 fevereiro


Conclusão

Se você busca um notebook para uso simples no dia a dia, como ver filmes, trabalhos gerais como textos, fotos, jogar alguns games casuais, provavelmente a série U vai ser o suficiente.

Não significa que é ruim! São apenas modelos voltados para um uso básico-intermediário que oferece melhores custos. Além de menor consumo de bateria.

Uma dúvida que muitos têm é sobre o desempenho dos notebooks para uso de internet ou planilhas no Excel. Mesmo se tratando de muitas abas abertas e planilhas grandes isso ainda é considerado uso simples, nesse caso a memória RAM vai fazer mais diferença do que um processador mais forte. Então seja um I5 série U com 16GB de RAM vai ser mais que o suficiente nesses casos.

Linha Acer Aspire 3 A315-53 processadores intel

Então nem sempre vale a pena gastar mais por algo que não irá usar.

Já para uso de softwares pesados ou profissional, como renderização de vídeos muito grandes em alta qualidade, modelagem 3D ou Games atuais (principalmente se você for exigente com gráficos), vale a pena investir nos processadores de série H.

Além de usos mais específicos, ambos tem suas vantagens e desvantagens, que podem ajudar na hora da escolha, essas que são as seguintes:

Série U

Positivo

  • Encontrado em notebooks mais compactos por não necessitar sistema de refrigeração muito grande
  • Entregam maior autonomia de bateria
  • Notebooks com essa série possuem custos menores no mercado

Negativo

  • Não indicados para softwares exigentes
  • Não indicados para games muito pesados

Séries H

Positivo

  • Maior desempenho em games e softwares pesados
  • Série HK permite overclock
  • Os notebooks com essas séries possuem placas de vídeo dedicadas com maior performance

Negativo

  • Perda considerável em autonomia de bateria
  • Aquecem mais e consequentemente precisam de maior espaço e refrigeração
  • Normalmente notebooks com essas série são maiores e mais pesados
  • Preços mais altos quando comparados com os série U

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *