Imposto na área: Confirmado aumento no preço de Notebook e eletrônicos

A coisa complicou para quem está afim de comprar seu notebook, desktop, celular ou tablet.

Como se não bastasse a disparada do preço do dólar, que afeta o preço de todos os eletrônicos, a modificação medida que isentava de PIS e Cofins destes produtos no varejo foi aprovada pelo Congresso Nacional.

A Medida Provisória 690, publicada em edição extraordinária do Diário Oficial da União, estabelece que computadores, smartphones, notebooks, tablets, modems e roteadores passarão a pagar PIS e Cofins cheios a partir de dezembro de 2015.

Com isso, o incentivo fiscal, que fazia parte do Programa de Inclusão Digital, acaba depois de 10 anos de existência. Os itens passarão a ser tributados em 3,65% no regime cumulativo (de lucro presumido) ou 9,25% no regime não cumulativo (lucro real) – que permite o abatimento de créditos.

Corre aproveitar antes que os preços mudem!

Muitas lojas já estão cientes da novidade e já começaram as promoções, uma delas é a Americanas.com, que já está com o banner abaixo rolando em seu site, destacando que a linha de tecnologia vai subir!
Então a dica é aproveitar antes que as coisas piorem, confira no link abaixo as ofertas que estão rolando:

Aproveite os preços antigos de Notebook aqui

imposto nos notebooks vai fazer subir o preco em 2015

Aumento no preço de Notebook – Quem paga a conta é você

Isso mesmo, todos os computadores, incluindo os desejados Notebooks, Ultrabooks, conversíveis 2 em 1, híbdridos ou seja lá quais forem as variações serão afetados.
Esta mudança é um tipo de manobra para abater um déficit do governo previsto de 30,5 bilhões de reais em 2016, segundo o Orçamento de 2016 divulgado ontem pelos ministros Joaquim Levy e Nelson Barbosa. Com a tributação, o governo espera arrecadar R$ 6,7 bilhões em impostos.

Em nota a Associação Brasileira de Indústria Elétrica e Eletrônica disse que a medida é mais prejudicial para o consumidor:

“Acabar com um importante estímulo como a Lei do Bem é condenar o país ao atraso e impedir o seu desenvolvimento no médio e longo prazo”

Esta Lei do Bem (como foi chamado o benefício de isenção) foi uma medida determinante para reduzir o mercado cinza de equipamentos de informática. Segundo a Associação, um ano antes da implementação da medida, o panorama do mercado de computadores pessoais era alarmante. Em 2004, os montadores ilegais abocanhavam 73% das vendas no país. Atualmente  graças à lei, esta margem tinha diminuído para a faixa dos 20% de paralelos.

Não acredita?

Então confira a medida na íntegra aqui no link do site do planalto –MEDIDA PROVISÓRIA Nº 690, DE 31 DE AGOSTO DE 2015.

Fontes: Planalto, Tecmundo e G1 Economia

 

Laptoper

Laptoper é um especialista em notebooks que escreve os principais artigos do site "Que Notebook Comprar". Também dá as melhores dicas e ajuda quem quer comprar ou trocar seu notebook pelo melhor modelo.

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. valerio disse:

    Eu comprei um Lenovo por R$ 1600,00 e agora na mesma loja está R$ 2500,00, absurdo total.

  2. luclecio disse:

    meus deus e eu acabei perdendo a bosta das promoção por que havia comprado um notebook no mercado livre e acabou sendo golpe, quando fui ver nas lojas novamente os notebooks estão com o preço super inflado, algumas lojas estao até abusando pois notebooks que havia cotado por 2300$ já estão em 3000$

    • Laptoper disse:

      Olá,
      Realmente os preços saltaram, como dissemos, novos impostos valendo, como o fim da lei do bem e também o novo ICMS diferenciado entre estados, alta do dólar e por aí vai.
      Nosso Brasil querido não ajuda muito.

  1. outubro 6, 2015

    […] Imposto na área: Confirmado aumento no preço de Notebook e eletrônicos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *